sexta-feira, 31 de janeiro de 2014

BoardGames x História by Bira

Professor de história...essa foi a primeira profissão que eu quis ser na minha vida e por sorte meu destino me afastou dela, infelizmente nosso país não valoriza seus mestres e a docência não é um bom negócio seja pelo stress do desrespeito dos alunos e instituições seja pelo parco salário...

Buenas não tô aqui pra falar do meu passado e muito menos pra tecer questões sócio políticas (porra tô inspirado hoje hein!!!), estou aqui para falar de boardgames, ou melhor hoje de BOARDGAME...

Jogamos no ultimo sábado um jogo conceito...temos aqui no grupo opiniões diversas sobre jogo bom, jogo ruim, jogo que se enquadra no grupo, jogo pra determinada situação e JOGO CONCEITO: que é aquele jogo que independente se vc curtiu ou não a jogatina, se é bonito ou feio, hard ou light...ele tem um conceito de jogo ele é a formulação de uma idéia, de um sistema fechado apresentada sob a forma de um jogo, tem uma mecânica forte, é fechado, pode ser jogado de diversas formas, não tem fórmula vencedora e é um jogo completo, inovador, inteligente, bem pensado...por aí vai!!!

Sem rodeios o jogo em questão é o República de Roma 1990. Jogamos a edição da Valley Games.



O jogo é pra poucos, isso digamos é um defeito, ainda mais se levarmos em consideração que é jogo pra funcionar bem com 5, 6 quem sabe 4 embora possa ser jogado até solo...outro defeito do bichano é o tempo de duração de uma partida que pode levar até 6 horas, a quantidade de regras já é outro fator impeditivo, pois cheio de exceções, regrinhas, minucias levou para explicar quase 2 horas!!!!
O boneco ainda por cima é cooperativo, ou melhor semi cooperativo, o que pra alguns também pode ser um fator de exclusão...a beleza dos seus componentes é relativa, mas com certeza não enche os olhos, na verdade quase nem tem componentes: um mapa que é mais um organizador, cartas, counters (tipo wargames), umas moedas de papel, uma caixinha de papel e é isso...




Putz Grila, mas até agora foram só defeitos...como assim JOGÃO?!?!?!
Pois é meu povo e minha pova o treco é um jogão... sempre fico receoso de falar muito bem ou muito mal de jogo recém jogado, mas pela experiência que já temos no hobby acho que já dá pra "hipar" ou queimar sim!!!

Deixa eu explicar um pouco mais pra vocês o que tem nessa empada e o por que do título do post:...

O jogo é extremamente histórico, vc recria muito da história de Roma desde seu estabelecimento, apogeu e queda...





O jogo é basicamente um metagame, onde temos um tabuleiro auxiliar, e dados para alguns "testes", de resto a grande maioria das decisões e estratégia do jogo se vira em torno de votação, influência, conchavos, alianças, traições...sendo 80% do jogo rodada em sessões no Senado de Roma (bem temático e conceitual)


Usando a nossa partida como pano de fundo, cada jogador sai com 3 famílias de senadores e cada familia possui poder de oratória, conhecimento militar, popularidade, influencia e grana...vc nomeia um o lider de sua "bancada"....




No ínicio de cada fase ocorre um mini set up onde de cara morre um senador (causas naturais), podendo inclusive ser um que não tá no jogo, mas como no jogo tô eu, morreu o meu (Azarado da porra!!!), vc coleta o income sendo que o teu líder ganha 3 e os demais 1 grana point... nesse momento vc move a grana entre os senadores e o caixinha do partido (que é fechado e só vc sabe...) a diferença é que a grana do Senador só serve para ações dele, e as do partido serve pra um monte de coisas inclusive e principalmente ferrar os outros...para que vc fazer o mal se pode deixar outro fazer por vc...hehehehehe qulquer semelhança com Brasília é mera coincidência.


Feito isso os jogadores passam a fazer ações padrões começando sempre pelo mais foderoso, as ações são influenciar cavaleiros, tentar seduzir para seu partido senadores neutros ou de outro jogador (filha da putagem), pegar cartas....ao final ainda ocorre um leilão por mais uma ação...

Feito isso inicia-se as sessões da ZONA, quer dizer do Senado, nela o FODÃO fica de moderador, ele nomeia quem quer pra Consul, Papa (não é papa é outro nome), Ditador....tudo dá influencia, grana, vantagens, só que é votação...cada grupo de senadores usa seus votos para tentar eleger os cabeças, e rola aquela putaria, vota no meu que voto no teu, vamos eleger os nossos, ou no caso do nosso jogo o Riffel propondo: se votarem no meu eu voto no meu também e só eu saio ganhando!!!! esse aí é pior que os nossos políticos!!!



Segundo turno nova morte..aí vem a pergunta em 32 senadores qual a chance estatística de morrer de novo um da mesma pessoa? Bom se for o Bira é 100%!!! lá vai mais um meu morto...



Se fosse só isso já bastaria para o jogo ser bom, mas ainda além dessa manha toda ainda temos, nós caro senador, de nos preocupar com as guerras de Roma, e a satisfação das pessoas, senão TODOS perdem...

Nesse primeiro jogo , com a presença ilustre na mesa do Sr. Senador Nero Riffel a cidade de Roma tinha mais problemas dentro que fora...e se a gente deixasse neguinho punha fogo na cidade eterna...

Resultado povo puto da cara e nós na forca...PERDEMOS para o tabuleiro e para nossa ambição...




Jogão...

Tanto que tive de comprar o meu...

Ah roloou um Coup também...isso já virou vício...



7 comentários:

Riffel disse...

O caro colega fez um post magnífico. Vou com o relator!

Patrelcus disse...

Muito bom post, Bira!

Porra, comprou o jogo também? Fico faceiro em saber que vc gostou a esse ponto! Sei que tu vai jogar com a galera de Viamão, espero que veja bastantes jogas, pois é um jogo meio limitador nesse sentido!

Eduardo Souza disse...

Galera, adorei blog, adoro jogos de tabuleiro em especial os RPGs. Mesmo sem ter amigos que gostam eu comprei recentemente Descent, e estou a procura de encontros de jogadores pra que eu possa aprender e formar um grupo. Moro no ABC, se puderem dar umas dicas quando acontecem esses encontros e onde, ficaria muito feliz. Também se puderem me passar algum endereço de loja RPG em SP já me ajudaria. Já procurei na net, mas são raro os eventos, principalmente aqui onde moro. Valeu...

Ubiratã de Oliveira disse...

Gostaram do post...hehehehe...eu curti escrever...

Comprei sim, pois a o grupo aqui de Viamão é bem MetaGame e vai pirar no game...mas claro que o jogo não é frequente em mesa, mas é muito bonito (pro meu gosto) além de massa pracarai...

Eduardo, porra meu SP e região é rica em jogadores e grupos muito ativos...procura no yahoogroups um grupo chamado BG-BR ou boardgames BR te inscreve lá e chega te apresentando, tem muita gente aí nesno, vai estourar as bolas de tanto jogar...

Braços

Anônimo disse...

Eduardo, você pode procurar grupos de São Paulo em www.ilhadotabuleiro.com.br ou no facebook. Se não me engano tem um grupo grande do ABC.
Sobre as lojas, tem o Geek.com lá na Avenida Paulista, tem o Moonshadows na Av. 13 de Maio.
Você pode jogar na Ludus Luderia (ao lado da Moonshadows) todos os dias, em especial nas quartas a noite, quando rola a Euroliga, e no primeiro domingo de cada mês, quando rola o Joga Sampa. Tem também a FunBox na Rua Vergueiro, pertinho do Centro Cultural, onde você pode alugar, comprar e jogar.

Ass.: Outro Eduardo.

Unknown disse...

Gostei bastante desse post e da mecanica desse jogo... Mas pra mim um limitador no jogo eh o tempo... 6 horas pra mim eh um pouco demais... Mas deu curiosidade de jogar esse so pelo belo relato do Bira

Unknown disse...

Gostei bastante desse post e da mecanica desse jogo... Mas pra mim um limitador no jogo eh o tempo... 6 horas pra mim eh um pouco demais... Mas deu curiosidade de jogar esse so pelo belo relato do Bira