sábado, 22 de junho de 2013

Session report Shogun By Riffel


Estamos gostando muito de jogar Shogun neste post vou narrar resumidamente o que aconteceu na quinta partida.
Os Daimyos: Marcio(roxo), Felipe (azul) e Marcos (amarelo)
Lado do tabuleiro: Sol
Duração da partida: 3 horas



Setup: aqui os jogadores fazem a distribuição de suas tropas iniciais tentando o melhor posicionamento. No lado esquerdo Marcio tentou dominar a região verde mas não conseguiu a província da extremidade que foi ocupada pelo maior exército do Marcos, Felipe também marcou presença na região.



No centro a briga pela região rosa teve pouca disputa com o Marcos tentando dominar. No centro domínio do Marcio e Felipe ocupando a faixa central do tabuleiro.



Pra terminar o setup, no lado direito Felipe domina a região amarela com pequena participação do Marcio. Marcos tem presença forte na extremidade da região norte.



Ano I - Primavera

Marcos quer manter a província da região verde e poe o seu maior reforço lá, a intenção do Felipe é garantir o meio, Marcio tem presença em todos os frontes. Combates no sul com Felipe tentando dominar a região e troca de posições na região amarela do mapa.



Ano I - Verão

Na região verde Marcos avanca para o centro e faz um castelo bem seguro na região sul, Marcio vai dominando o centro do tabuleiro e faz um castelo ali. Felipe e Marcos continuam a disputa no sul. Disputa também entre Marcio e Felipe pela região amarela com o Marcos mantendo firme a província da extrema direita.



Ano I - Outono

Muitas batalhas no outono, Marcio tem muitas regiões mas com poucos exércitos em cada uma e perdeu seu castelo do centro para o Felipe. No sul Marcos dominou. Exercitos marcando posições na esquerda e direita do tabuleiro.



No outono foi bem difícil de manter pois a verba para pagar os salários e construções só veio na última ação o que dificultou as coisas.

dinheiro apenas no final do outono


Final do primeiro ano: inverno foi tranquilo e placar apertado. Pausa para uma refeição temática, uma sopa japonesa que caiu muito bem com a noite fria e chuvosa em Porto Alegre


Rolou até um Misochiro na Sukulentus

detalhe das tropas


placar do primeiro ano


Ano II - Primavera/Verão

Felipe marchou para o sul tomou a província e tinha tudo pra ganhar também a província do Marcos com o teatro, tomou provincias valiosas do Marcio no centro. Na região verde Marcos evitou o confronto com Marcio e moveu as tropas para o norte. Marcos fez dois castelo na região marrom muito bem protegidos dos adversários. Muitos templos foram construido no mapa todo.





Ano II - Outono

Fase derradeira, Marcio conquistou muitas províncias, até tomou a provincia da região verde mas não alcançou o castelo do Marcos. Felipe tomou as províncias do Marcos ao sul mas também não chegou perto do castelo. Muitos conflitos e troca de província na região amarela. Marcos fez um ataque surpresa partindo da extrema direita até quase o centro do tabuleiro tomando do Felipe uma província valiosa com o único templo da região norte.



Ano II - Inverno

Esse inverno foi de lascar, perdemos muito arroz, Marcio que tinha muitas províncias não conseguiu alimentar todas e a população se rebelou com força fazendo com que perdesse três das províncias. Marcos perdeu um castelo e Felipe apenas uma província vazia. Neste jogo não adianta batalhar e conquistar se não capaz de manter o que tem. Vitória do Marcos após um inverno traiçoeiro.

estoques de comida quase zerados no final da partida

placar final bem apertado
Joga excelente mais uma vez, espero que tenham gostado.

3 comentários:

Flávio P. Reis disse...

Gostei! Ótima jogatina e narrativa.
Parabéns!
Grande abraço, rapaziada.

Anônimo disse...

Você fizeram um homemade?
Eduardo.

Riffel disse...

estou com uma dúvida na regra. na fase de revoltas do inverno, se sairem mais cubos de farmers q do jogador dono da provincia eles volta pra torre e na resolucao dos proximos conflitos? se voltam tem q no mínimo ter bid pra ordem do turno, pois vai ter muito mais cubos de farmers pros ultimos jogadores.