segunda-feira, 29 de outubro de 2012

Um amigo a ser batido... by Bira

Temos aqui no grupo alguns jogos que tem seus favoritos...
Sentar na mesa com o Last Will na frente e o Mateus na mesa é buscar uma segunda colocação; Steam na mesa e Riffel idem, Power Grid e Gaudério, Lancaster e Solon, Makrakis e Race for the Galaxy....

Acho legal esse lance de desafio e a busca pela derrocada do "dono" do jogo, claro quando isso não é um todos contra um e sim todos buscando vencer, se esmerando e as vezes na dúvida optando por prejudicar o costumaz vencedor...

Pois humildemente (risos) sou bom no Chicago Express... nem joguei muitas vezes foram 5, mas acabei com 5 vitórias...digo que foi sorte, foi o fato de algumas vezes ser o unico que sabia totalmente o jogo, coincidência...mas o fato dos 100% gera uma certa desconfiança...

Sentamos a mesa e o CE veio pra ela, a gritaria tomou conta do recinto, olha o Bira, marca o Bira...pensei PQP vou me ferrar nessa bagaça...não era qualquer um naquela mesa...


Solon o velhinho bom de bola, sempre com aquela cara de bonzinho, sabe como ninguem acabar com o jogo...ele era o maior propagandista do meu "smash the leader"...


Do outro lado o reforço militar: engenharia e cavalaria da 3a. região do Exército brasileiro, atentos a cada movimento meu....


E a minha frente o mais perigoso a meu ver o Riffel, discreta e sarcasticamente rindo a cada movimento que eu fazia, expondo ao mundo minhas intenções....

Comecei sócio da empresa do Riffel, como dizem na máfia fique perto de seus amigos e mais perto ainda de seus inimigos...porém logo perdi o controle da empresa para o cabra, mas ali ele perdera tempo...

O jogo foi pau a pau, com o Solon sem querer me apoiando o jogo inteiro e o Mak sempre no embate...o Gerson jogoava pela primeira ou segunda vez e acabou um pouco atordido pela partida pegada...e o Riffel parou com 2 ações apenas compradas lá no inicio do jogo...

Resultado final mais uma vitória minha com 72 pontos, mas a surpresa foi o Riffel com 70 pontos sem fazer quase nada no jogo, se por um lado ele não comprou muitas ações, por outro lado não gastou muito dinheiro e sempre que pode inflacionou ações dividindo empresas...uma nova forma de jogar que quase quebrou meu plano...

Acho um bom jogo e sinto que foi minha sexta e ultima vitória...

Como ando correndo mais que o diabo da cruz no consultório, tive de sair não sem antes fotografar o jogo que se iniciava Guatemala Café, o qual tinha estudado as regras e pude ajudar o Solon na explicação das mesmas...



Acho um bom jogo, mas penso que cabe melhor em mesa de face to face (2 pessoas)


A galera que ficou não gostou muito do jogo...parece-me que o Mak que venceu não curtiu idem o que sempre digo ser indicativo de jogo mais ou menos...


A cara do povo a mesa não era das mais animadas..mas ainda espero ver esse game de novo na roda...quem sabe com 2 players...


Braços...

Um comentário:

Gerson Monteiro disse...

Sorte sua, Bira que a Cavalaria não anda de trem, senão... :-) Boas jogas! Abç!